[0029 - 03/02/2019] Riquezas de Galafan - Grimm

Cada sessão de jogo terá 1 tópico.

Título do tópico:
[0000 - dd/mm/aaaa] "nome da sessão" - "nome do mestre"
[0001- 16/10/2017] A Sociedade do Anel - Gandalf, o Cinzento
[0002- 18/05/2018] As Duas Torres - Saruman, o Branco
Por favor, escreva seu relatório em um único post e coloque o nome do seu personagem.

Moderator: Mestres

Post Reply
User avatar
longo
Site Admin
Posts: 796
Joined: Mon Jul 02, 2018 6:06 pm

[0029 - 03/02/2019] Riquezas de Galafan - Grimm

Post by longo » Sun Feb 03, 2019 5:00 pm

Mestre: Grimm
Aventura: Capiroto está pensando em retornar à Caverna de Galafan (Marcado no mapa com o número 1), onde grandes riquesas foram encontradas. Capiroto procura aventureiros destemidos que não tenham medo da morte (lembrando que foi nesse local que Prospero matou Aralan.
Caso a exploração da caverna se mostre muito fácil e rápida (ou muito complicada pro mestre preparar dentro de um avião ;) ), os aventureiros ou investigarão os cadáveres ambulantes com garras horrendas (Marcado no mapa com o número 2), ou mapearão a região abaixo do forte dos paladinos (Marcado no mapa com o número 3), para aumentar a area de cobertura da guarda.

Dia/Hora: 03/Fevereiro/2019 Horário a ser confirmado pelo mestre (nunca joguei domingo, não sei o horário que o pessoal geralmente faz).
Nível: Todos os níveis estão liberados, Capiroto estará presente para tentar proteger as personagens de nível mais baixo, healers são mais do que bem vindos.
Tempo: As mesmas 6 horas de sempre que acaba passando um pouco.
Procurando: Aventureiros destemidos (De preferencia, que consigam curar, ja que eu não consigo).
Recompensa: Todas as riquezas serão divididas conforme necessidade e consenso do grupo, onde Capiroto se reserva ao direito de tomar decisões quando o consenso não for encontrado.



Grupo:
Nome Classe Nivel
Capiroto Warlock 7
Prospero Palasorcerer combadin 6
Conn McLlewelyn Scout 1
XP/personagem: 200
Perdas:
-1 tocha
-6 rações de viagem
-1 waterskin
-1 kit de escalada
-1 personagem
Screenshot from 2019-02-03 18-03-11.png
Screenshot from 2019-02-03 18-03-11.png (1.36 MiB) Viewed 814 times
dead.png
dead.png (37.44 KiB) Viewed 814 times

Tags:

User avatar
longo
Site Admin
Posts: 796
Joined: Mon Jul 02, 2018 6:06 pm

Re: [0029 - 03/02/2019] Riquezas de Galafan - Grimm

Post by longo » Sun Feb 03, 2019 5:32 pm

Prospero acordou de sua caixa de papelão cedo e foi para a taverna, na esperanća de filar um café da manhã. Capiroto já estava lá e Prospero tem dúvidas se ele precisa mesmo dormir, embora ele pareća sempre pegar no sono durante as vigias. Junto com seu antigo colega de aventuras, estava um homem rúivo e sem camisa, mesmo estando fazendo -30 graus. Eles se apresentou como Cormm ou algo assim, parecia que estava bêbado quando tentou falar. Ele disse ser um exímio scout, por isso logo o adicionamos no grupo.

Como mais ninguém veio , decidimos sair em busca da aventura. A masmorra de Galafan com certeza seria um lugar ideal para econtrarmos riquesas e objetos de poder e Prospero gostou muito da ideia.
Partimos cedo e resolvemos seguir pela floresta até as montanhas. Tudo parecia muito tranquilo. Estava muito frio e ventava muito, por isso nem perdemos tempo tentando mapear a região. Encontramos a guarda da cidade e eles vinham do norte, dizendo que tudo estava bem. Contentes com nossa sorte, chegamos na beira da floresta e resolvemos descansar até o amanhecer para entrarmos revigorados para os perigos da floresta.

Kornm(?) nos contou sobre seu mundo, mas infelizmento não lembro do nome do lugar. Ele falou sobre a guerra que dividia seu mundo e como ele defendia uma cidade fronteirića, com sua família acima de tudo - um bom sentimento. Ele éra do tipo de elfo mais rústico, talvez um elfo da floresta, mas possívelmente com ascendência humana, pois portava uma barba dígna. Após explicar um pouco como esse mundo funciona, resolvi pegar o primeiro turno de vigia. Puxei a cabeća de Landonan e amarrei no meu cinto, o que me permite ver no escuro. Durante 4 horas não vi absolutamente nada de diferente e resolvi ir dormir. Acordei Cornm(?) e ele pegou o resto da vigia.
Entrei na barraca e dormir como um bebê, agora que não estou mais sobre a influência da droga de shalgan nem da Licantropia (o que foi uma surpresa para mim. Achei que iria acabar somente com a licantropia, mas a doenća que me obriga a tomar o shalgan aparentemente sumiu depois de me livrar da licantropia. As duas coisas devem estar relacionadas).

Acordei com berros de Comm pedindo ajuda. Levante, peguei minha espada e fui para fora da barraca, somente para dar de cara no chão, pois alguém havia amarrado as minhas botas. Arrastei-me e ví o cordo de Korn no chão! Tentei salvar-lhe a vida, mas ele estava com 3 grandes furos na barriga, morrendo em apenas alguns segundos depois de me chamar. Percebí que uma das criaturas que nos atacavam estava dentro da mochila de Komnrn e estava tentando escapar. Habilmente, mesmo estando no chão, esmaguei a criatura com minha espada colossal. Aparentemente elas eram extremamente letais e atacavam com facas não maiores do que agulhas de crochê, mas muito mais afiadas. Mas elas não eram muito resistentes.

Ao mesmo tempo eu ví Capiroto caindo no chão dos ataques das criaturas, mas aparentemente seus poderes arcanos lhe impediram de morrer tão facilmente, pois ele levantou-se em seguida. Ele perseguiu uma das criaturas enquanto eu fui atrás da outra, conjurando uma ilusão poderosa que fez com que ela tivesse um ataque cardíaco e caisse morta.

O combate logo terminou e fui novamente verificar Korn. Ele realmente estava morto. Eu não conheci bem o guerreiro, mas naquele momento jurei vinganća contra as criaturas que fizeram isso com ele. Elas pagarão com a vida, todas elas. Fizemos uma silenciosa cerimônia, já que não sabiamos quais eram os costumes religiosos de Korn e queimamos seu corpo, para que não fosse violado pelas criaturas da região. Um raio de luz da lua atravessou as núvens neste momento e se algúm deus nos observa deste mundo, ele recebeu Conm em seus braćos.

Tentamos rastrear e encontrar de onde vieram, mas mesmo com a neve não conseguimos ter muito sucesso. De comećo até achamos alguns rastros e encontramos mais uma das criatura, mas ela logo fugiu. Como somos péssimos rastreadores, não conseguimos mais encontrar nenhum rasto e resolvemos voltar para a cidade, derrotados e pesarosos.

De volta na taverna fiz algumas marcaćões no grande mapa, mostrando onde foi o combate e onde as criaturas estão. Voltaremos logo para nos vingarmos delas.

Post Reply